Domingo
19 de Novembro de 2017 - 

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Previsão do tempo

Hoje - Cuiabá, MT

Máx
29ºC
Min
21ºC
Nublado e Pancadas d

Hoje - Campo Grande, MS

Máx
30ºC
Min
19ºC
Chuva

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,28 3,28
EURO 3,87 3,87
LIBRA ES ... 4,32 4,33

Imprensa destaca decisão da OAB de suspender carteira de Marcelo Miller

Brasília – Veículos de imprensa destacaram, nesta quarta-feira (13), a decisão da OAB Nacional de suspender por 90 dias a licença para advogar do ex-procurador Marcelo Miller, por trabalhar como advogado enquanto era procurador. Ele é suspeito de favorecer os executivos da JBS no âmbito da delação premiada que envolve os empresários. Acompanhe, abaixo, algumas das publicações:Folha - OAB suspende registro, e Miller fica impedido de advogar Ele é suspeito pela PGR (Procuradoria-Geral da República) de atuar para o grupo J&F, dos empresários Joesley e Wesley Batista, enquanto ainda era servidor público. A suspensão pode durar 90 dias ou mais, a depender da conclusão do processo ético instaurado em maio passado para apurar a conduta do ex-procurador, que nega improbidade no caso. A medida será formalizada nesta quarta-feira (13) pelo presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia. Estadão - Miller tem carteira da OAB suspensa por 90 diasA Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) decidiu suspender nesta quarta-feira, 13, por 90 dias a carteira profissional do ex-procurador da República, Marcello Miller. A medida cautelar foi tomada durante um processo da comissão de ética que analisa se Miller exerceu a advocacia enquanto atuava no Ministério Público Federal (MPF). Ele teria atuado em favorecimento do processo de delação dos executivos do Grupo J&F no MPF. Valor - Suspensão provisória de Marcello Miller tem prazo de 90 dias, diz nota da OABA suspensão provisória do ex-procurador da República Marcello Miller pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) tem um prazo de 90 dias e o julgamento do caso ocorrerá de forma célere, disse o presidente do Conselho Federal da Ordem, Claudio Lamachia. A medida foi tomada na terça-feira por suspeitas de que Miller teria feito jogo duplo ao negociar a ao negociar a delação premiada da JBS, na Operação Lava-Jato, com o escritório Trench Rossi e Watanabe enquanto ainda trabalhava para o Ministério Público Federal (MPF).Zero Hora - OAB suspende carteira profissional de Marcelo Miller por 90 diasA Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) decidiu suspender nesta quarta-feira, 13, por 90 dias a carteira profissional do ex-procurador da República, Marcello Miller. A medida cautelar foi tomada durante um processo da comissão de ética que analisa se Miller exerceu a advocacia enquanto atuava no Ministério Público Federal (MPF).G1 - Carteira da OAB de Marcelo Miller é suspensa por 90 dias, diz OrdemO presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Claudio Lamachia, afirmou que o ex-procurador da República e advogado Marcelo Miller terá uma suspensão cautelar do direito de advogar por 90 dias a partir desta quarta-feira (13). O processo, segundo ele, pode chegar à cassação da carteira da OAB de Miller. Ele é suspeito de ajudar os executivos do grupo J&F, controlador da JBS — de Joesley Batista —, a negociar seus acordos de delação (feitos por pessoas físicas na esfera penal) quando ainda era da PGR.Migalhas - OAB suspende registro de Marcello MillerAté o ano passado, Miller atuava como auxiliar do procurador-Geral, Rodrigo Janot, em Brasília. Posteriormente, voltou a atuar na procuradoria do RJ, até deixar a carreira em abril. Após ser exonerado, Miller passou a trabalhar no escritório Trench, Rossi e Watanabe, que negociou parte do acordo de leniência do grupo da JBS. Em 5 de julho, o ex-procurador deixou a banca e o motivo não foi pulgado.R7 - OAB suspende registro de Marcelo Miller por 90 diasA medida cautelar foi tomada durante um processo da comissão de ética que analisa se Miller exerceu a advocacia enquanto atuava no MPF (Ministério Público Federal). Ele teria atuado em favorecimento do processo de delação dos executivos da J&F no MPF. De acordo com o presidente da ordem, Claudio Lamachia, a suspensão pode ser renovada e o processo pode terminar até na cassação da carteira da OAB de Miller.
Fonte:
OAB
13/09/2017 (00:00)
Visitas no site:  556669
© 2017 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.